Falando de Seguro | Beneficiários menores de idade.
429
post-template-default,single,single-post,postid-429,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-theme-ver-17.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-5.6,vc_responsive
a

Beneficiários menores de idade.

Nesta semana vivenciei uma situação que me fez refletir para orientar meus clientes ao escolher beneficiários das apólices de seguro de vida. Um homem, pilar financeiro da família , possui uma filha de 1 ano de idade e sua esposa, aos 30, dependente financeiramente e com um padrão de vida razoavelmente bom.

Este, infelizmente veio a faltar acidentalmente e, felizmente possui um bom capital segurado, porém, a única beneficiária de sua apólice de seguro era a filha de 01 (um) ano de idade. Nesse sentido, todo o capital segurado fica bloqueado e o tutor legal, no caso a mae da menina, precisa prestar contas dos gastos, não sendo possível, por exemplo, a aquisição de um veiculo ou de algumas atividades, antes corriqueiras na vida familiar.

Apesar de possuir agora, um grande volume financeiro na conta corrente ligada a filha, a mae passara por algumas necessidades e dependera da ajuda de familiares para manter o mesmo padrão de vida que tinha antes da ausência prematura do marido.

O ideal portanto, seria ter o capital segurado dividido, talvez em 70% para a filha e 30% para a mãe, que seria a responsável em criar, educar e conduzir a filha até a maioridade sem grandes turbulências financeiras

Vale a dica! E a sua apólice? Como estão divididos os beneficiários?

No Comments

Post A Comment